Imprimir

Dicas de cultivo de orquídeas

Cultivo de orquideas1. Luz
Luz é essencial. Plantas com folhas amareladas são um indicativo de excesso de luz, ao passo que uma coloração verde escura quer dizer pouca luz, de forma que você terá que observar suas plantas para dar a elas um lugar adequado.

2. Temperatura
Elas e adaptam bem a temperaturas entre 15 a 25 graus. Entretanto, algumas preferem temperaturas ainda mais baixas, como Cymbidium, Odontoglossum, Miltonias, todas nativas de regiões mais elevadas. Outras não gostam de frio. É o caso de algumas plantas nativas da região Amazônica, como C. violacea, C. luteola, C. eldorado, Galeandras e Acacallis.

3. Umidade
Cultivo de orquideasAs orquídeas possuem um tecido esponjoso em volta de suas raízes, que absorve a umidade do ar. Portanto, elas não precisam de tanta água como as outras plantas, porém se a umidade relativa do ar estiver abaixo dos 50 %, é bom tomar certos cuidados, caso contrário, elas podem desidratar rapidamente. Em dias quentes, a umidade relativa do ar costuma ser menor, por isso é necessário manter o ambiente úmido e molhar não apenas as plantas, mas também o próprio ambiente. A melhor hora do dia para fazer isto é pela manhã ou no final da tarde, quando o sol está baixo. É importante também, um controle da ventilação. Seu orquidário deve estar localizado de modo a ser bem ventilado, porém devem ser evitadas correntes de vento, que também desidratam as plantas.

4. Regas
Depende do local do orquidário, da região onde você mora, da estação do ano, do tipo de vaso, do substrato* usado, do tipo de bancada ou se as plantas estão penduradas. Molhe bem as plantas e só molhe de novo quando estiver seca, não importa quanto tempo isso vai demorar. Coloque o dedo no substrato, caso esteja seco está na hora de fazer nova rega.

5. Substrato
*Quando se compra um vaso de orquídea, é interessante verificar em qual substrato ela está plantada:
- musgo: secagem lenta
- mistura de casca de pinus e carvão: secagem rápida
- seixo britado (pedrisco) : secagem rápida.

A cada 2 ou 3 anos faça o replante. O ideal é utilizar um substrato com os produtos mencionados acima, de forma a se obter um substrato que não seque muito rápido, nem se mantenha muito úmido.
Em um vaso não muito grande (14 cm ±),  coloca-se um pouco de brita ou argila expandida (1/3) no fundo do vaso, pois as plantas não toleram encharcamento e pode ocorrer apodrecimento das raízes, em seguida casca de pinus misturada c/ carvão com granulação maior (2 cm) coloca-se um pouco de musgo, em locais com  baixa umidade, depois a planta. Faça o acabamento com substrato.  Encoste a parte traseira da planta no vaso de modo que fique espaço para a planta crescer sem sair do vaso.

6. Adubação
As orquídeas necessitam de alimento como qualquer outra planta. Para nutri-las, você pode optar pela adubação orgânica ou pela química. A adubação orgânica faz com que a planta absorva os nutrientes devagar, pois o adubo é sólido e vai sendo diluído lentamente, entretanto "dissolvem" o substrato, se este for orgânico (xaxim, casca de pinus). Você aplica uma pequena quantidade no canto do vaso a cada início de estação. Já na adubação química, a planta absorve o alimento rapidamente, pois o adubo é aplicado diluído na água, e deve ser aplicado regularmente, a cada semana ou quinzena. O risco de overdose é grande e, se acontecer, você pode "queimar" suas plantas. O ideal é usar as duas formas, uma complementa a outra.

7. Floração
De um modo geral, cada espécie tem sua época de floração que é uma vez por ano. Por exemplo, no verão temos a floração de C. bicolor, C. granulosa, C. velutina, L. tenebrosa. No outono, C. labiata, L. perrinii . No inverno, C. walkeriana, C. trianaei, C. loddigesii, . Na primavera, C. intermedia, C. nobilior, C. warneri, C. gaskeliana, L. purpurata. Existem orquídeas, como certas Vandas, que, se bem tratadas, chegam a florir até três vezes por ano. O mesmo ocorre com alguns híbridos, cujos pais têm diferentes épocas de floração. O ideal é você ter espécies com diferentes períodos de floração. Deste modo você terá a beleza das flores o ano todo.

Visite-nos!

  • Wolff Garden
  • Venha conhecer os nossos serviços e se encantar!
  • Av. Carmindo de Campos,252, Jd. Petrópolis.
    Anexo à Tropical Varandas e Piscinas
  • (65) 3623-8776
  • O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

joomla & wordpress theme